Consultas Online



Enquete

Associação Comercial e Industrial de Itumbiara informa que seu jornal impresso já está circulando
22 de Julho, 2011

Veja a primeira página do informativo AÇÃO. Se quiser visualizar maior digite ctrl+ até alcançar o tamanho desejado.Para
voltar a tela em tamanho normal novamente digite ctrl-
Cursos do Programa Senac de Gratuidade.
21 de Julho, 2011
O SENAC em Itumbiara disponibiliza através de edital aberto vagas gratuitas para cursos de capacitação profissional.A qualificação é o caminho certo e seguro pra a colocação no mercado de trabalho.
Prazo para compensação de cheques reduz e passa a ser igual para todos
21 de Julho, 2011
A partir desta terça-feira, 19 de julho, o prazo para compensação de cheques passará a ser de apenas dois dias úteis para valores inferiores a R$ 299,99. Para cheques acima de R$ 300, será de um dia útil. Antes, os prazos eram de quatro e dois dias, respectivamente para cada valor. Nos dois casos, o prazo menor irá vigorar em todo o território nacional, acabando com as diferenças regionais. Em locais de difícil acesso, os cheques até então poderiam levar até 20 dias úteis para serem compensados.
Campeonato Brasileiro de Sprint Triathlon
20 de Julho, 2011

logotriaton

A Prefeitura Municipal de Itumbiara juntamente com a ACII-Associação Comercial e Industrial de Itumbiara, CDL-Câmara de Dirigentes Lojistas e o Sindicato do Comércio Varejista, convidam para a explanação do evento Campeonato Brasileiro de Sprint Triathlon, a realizar-se no dia 21 de julho às 08 horas no Palácio 12 de Outubro. Contará com a participação da Confederação Brasileira de Triathlon, órgão filiado ao Comitê Olímpico Brasileiro, com o intuito de viabilizar o evento em nossa cidade.

.

 patrocinadorestriaton

 

    

Dicas simples para manter o nome limpo
19 de Julho, 2011

Dicas simples podem garantir crédito e nome limpo na praça

Não é fácil resistir aos apelos do consumo, ainda mais quando a diversidade de produtos, antes restrita a lojas de departamento, está ao alcance dos olhos e das mãos em supermercados, lojas de móveis e eletrodomésticos, entre outros pontos de venda. Fatores de atração como inovações em tecnologia, novo design ou a moda para diferentes estações munem o comércio de estilos e novidades multifuncionais, revelando necessidades que precisam ser satisfeitas.   

Manter o padrão de consumo, negligenciando as facilidades da vida moderna não deixa de ser uma opção, mas pode causar uma impressão de pessoa desatualizada, implicar em perda de tempo e de conforto na hora de realizar tarefas domésticas ou dificuldades no campo profissional.

 Preparado para eventualidades

O consumo não é um mal, pelo contrário. Se para a economia comprar estimula o crescimento e o emprego, para nós faz bem ao ego, supre carências importantes e pode, inclusive, trazer retorno financeiro. Contudo, é preciso saber dosar as despesas.

Desde o começo de 2011, o aumento da inadimplência não dá trégua e só não é pior porque os níveis de renda e emprego têm crescido. Isso mostra a falta de hábito do brasileiro de planejar o orçamento doméstico e também o descuido na hora de reservar recursos como medida de precaução para imprevistos.

Para não entrar no vermelho é importante saber administrar as despesas, consumindo sem exageros. Todos nós estamos sujeitos a situações inesperadas, como a perda do emprego ou um problema de saúde na família. Daí a importância de poupar parte da renda e não comprometê-la por completo.

 Par não perder o sono

            Para evitar aborrecimentos na hora de pagar as contas e usufruir, com prazer, das novidades adquiridas, é importante tomar alguns cuidados. Para manter o nome limpo e ter crédito sempre, vale seguir à regra alguns bons procedimentos:

Planejar gastos: para não ter surpresas desagradáveis e não se endividar além do que os recursos permitem, é importante poupar cerca de 10% do orçamento como precaução para alguma eventualidade e utilizar o crédito de forma racional. 

Eleger prioridades: enumerando os bens desejados por ordem de prioridade fica mais fácil identificar o que está dentro do orçamento e quais compras podem ser adiadas.     

Avaliar o melhor momento: valer-se de promoções ou de mudanças de estação é uma boa alternativa para economizar na compra de um produto.

Não consumir por impulso: para manter um nível de endividamento aceitável é importante pesquisar preços antes de efetuar a compra dos objetos de consumo desejados.

Organização: é preciso para manter o equilíbrio entre renda e despesas. Havendo familiaridade com o uso de computadores, uma planilha de Excel pode ser útil para tabular dados e confrontar receita e despesas. Do contrário, vale recorrer ao lápis e papel para anotar onde pode ser feito economia, receitas extras, previsão de gastos.

Negociar a dívida: no caso de um descuido, o melhor momento é agora. Esperar a cobrança vencer e as parcelas se acumularem pode desfavorecer uma negociação mais vantajosa e implicar em custos adicionais para limpar o nome.